top of page

Datas:

07 a 09 de Jun - esgotado

27 a 29 de Set - confirmado (data extra)

Inscrições

Para se inscrever envie por favor um email para hlcarneiro@gmail.com com o nome e data da descida pretendida. Será enviado um e-mail de volta a confirmar a vaga. Seis semanas antes do início da actividade enviarei um novo email com as notas de viagem e a pedir um adiantamento de 50 euros para garantir a reserva.

Preço

Adulto 150 €

Jovem / adolescente – 100 € (quando acompanhados por adultos)

Cão – 30 € (só no caso de ir sozinho num caiaque duplo com o dono)

Inclui:

Caiaque (de 2 pessoas) e pagaias

Colete salva vidas

3 sacos estanques por pessoa (mochila para carga maior + bolsa para itens do dia-a-dia + bolsa telemóvel)

1 noites em parque de campismo + 1 noite em campismo selvagem

Tenda, colchonete e almofada

2 pequenos almoço, 1 almoço e 1 jantar

Acompanhamento de Carlos Carneiro toda a viagem

Todas as actividades descritas no programa

Seguro de acidentes pessoais e responsabilidade civil

Exclui

- Jantar de sexta-feira (restaurante) + 1 almoço em modo piquenique no Tejo 

- Transporte até ao ponto de encontro. Iremos também usar os carros privados para chegar ao ponto de partida dos caiaques, no Porto Sabugueiro e para ir ao Escaroupim.

Cancelamentos / desistências

Se desistir da viagem até seis semanas antes do início da actividade, devolvemos o adiantamento na totalidade, depois disso, devolvemos assim que a vaga for preenchida. No caso de cancelarmos a viagem por qualquer motivo o dinheiro será devolvido de imediato.

Grupo mínimo - 6 (adultos) 

Grupo máximo -14

Idade recomendada / famílias

 

Esta descida já foi feita por viajantes dos 9 aos 85 anos. É adaptável a pré-adolescentes com capacidade de se moldar a um grupo e fazerem campismo selvagem com um grau de conforto básico para quem não tenha experiência. Eu terei todo o gosto em apoiar nesta experiência.

Esta viagem é desaconselhada a crianças por vários motivos. O mais óbvio é que seguimos os ciclos das marés e não nos pudemos adaptar aos ritmos normais de uma criança.

Grau de dificuldade:

 

Adaptada a qualquer pessoa com uma vida minimamente activa e adaptável a actividades ao ar livre – teremos caminhadas leves e um total de cerca de 5 horas passados dentro do caiaque por dia (10 / 15 km), alternados com várias paragens e num ritmo calmo. Como os caiaques são de 2 lugares, se necessário (por exemplo com vento forte de frente) adaptamos os pares e equilibramos o ritmo de grupo.

Não é preciso saber nadar para fazer esta viagem.

Nível de conforto / dormidas

 

O nível de conforto é básico - a noite de sexta-feira é passada no parque de Campismo de Escaroupim e a de sábado em campismo selvagem numa ilha no Tejo. Ambas as noites, por defeito, serão em tendas de dois partilhadas (fornecidas por nós). Quem quiser pode trazer a sua tenda e dormir sozinho (desde que seja pequenas e caibam no caiaque, as redondas de 2 segundos são desaconselhadas). No parque de Campismo, sempre que disponível alugamos uma caravana e um "quarto carroça” onde parte do grupo poderá dormir.

 

Cães

Em 2023 vamos fazer a experiência de aceitar cães nesta aventura, dois no máximo. Tirando o parque de campismo (onde terão que andar com trela) a viagem é sempre em espaço aberto e ideal para cães aventureiros que respondam bem ao dono. Eu levo a minha cadela. 

Notas importantes:

Os cães se vierem sozinhos com o dono vão ambos num caiaque duplo (os 30 euros que pedimos é para pagar isso e o parque de campismo) Isto implica, à priori, que o dono terá que pagaiar sozinho toda a descida. No caso de ser um cão que vem com duas pessoas que o queiram levar no caique duplo, se não for de porte muito grande à partida não há problema. 

Os cães são da total responsabilidade dos donos e não deverão interferir com a fluidez do programa - têm que conviver pacificamente com outros cães e viajantes, e que aguentar 4 a 5 horas por dia num caiaque (máximo hora e meia de seguida). As correntes no Tejo podem ser muito fortes principalmente nas ilhas, então um cão que se possa afastar sozinho e atirar à água pode ter o perigo real de se perder ou mesmo afogar. Se tal acontecer quando estivermos no caiaque não há perigo algum.

bottom of page